Construção civil após pandemia: quais são as perspectivas?

 

Você também pode ouvir este post através do player acima!

 

A pandemia do novo coronavírus mudou a rotina de todos, trazendo diversas incertezas para muitos setores, entre eles a construção civil. No entanto, apesar de toda crise, esse é o mercado que promete ajudar a alavancar a economia brasileira após a pandemia, de acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção. Por esse motivo, nosso texto de hoje trata deste assunto. Entenda a seguir como ficará a construção civil após pandemia. 

 

Qual era o cenário da construção civil antes do COVID-19? 

 

Como todos sabemos, o Brasil, no decorrer dos últimos anos, vinha em uma crescente crise econômica, que afetou vários setores do mercado brasileiro. E um dos que mais sentiu impacto foi a construção civil. Afinal, com menos dinheiro para comprar, menos a população estava fazendo aplicações, principalmente na compra de imóveis, pois necessita de um alto valor de investimento. 

 

Porém, desde 2019, o cenário da construção civil apresentou mudanças e uma melhora nos números. E para 2020, o cenário era para ser mais promissor ainda, com a previsão de crescimento do PIB a 2,2%, a taxa de juros básicos do ano em 5%, além da inflação permanecer estável em 4%. Mas com a chegada do novo coronavírus, em que as obras precisaram ficar paradas, mesmo que por pouco tempo, o setor sentiu algumas consequências desta pausa. 

 

Quais as consequências da pandemia na construção civil? 

 

A construção civil não teve impacto apenas na paralisação das obras, a pandemia ocasionou também a demissão de diversos trabalhadores e pouco investimento na área. Para ter uma ideia, no primeiro bimestre deste ano, os lançamentos de imóveis, de acordo com a Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), chegou a marca de 6.871 unidades, uma alta de quase 35%, em relação a 2019. O que reduziu logo no início do isolamento social. 

 

Em março, primeiro mês da quarentena, o nível de evolução do setor ficou em 28.8 pontos, o mais baixo dos últimos anos. Com isso, houve reflexo na dificuldade em conseguir linhas de créditos facilitadas para compra do imóvel, taxa de juros mais altas, além da pausa em novos projetos – na construção de novos empreendimentos. 

 

Afinal, quais as perspectivas para construção civil após pandemia? 

 

Assim como afirma o presidente da Abrainc, a construção civil após pandemia é um dos únicos setores que irão ter um crescimento significativo, e, além disso, irá conseguir impactar positivamente também mais 62 setores da área industrial e 35 setores de serviço, beneficiando não somente um mercado da economia do país. 

 

 

  • Desenvolvimento de novos projetos 

 

Mesmo com a retomada das obras alguns dias após o isolamento social, houve diversas consequências negativas, como o adiamento na entrega das construções e a criação de novos propostas. Por isso que, uma das perspectivas para aquecer a construção civil após pandemia, é o desenvolvimento de novos projetos. 

Apesar de parecer arriscado, essa é uma maneira do setor se reerguer, ter  mais vendas e proporcionar maior número de empregos na área, já que uma das consequências da pandemia foi a demissão de diversos trabalhadores. 

 

 

  • Impulsionamento de vendas a partir das taxas de juros reduzidas 

 

Outra perspectiva para construção civil após pandemia é a venda de empreendimentos com taxas de juros reduzidas. Para isso, as construtoras contarão com o auxílio do governo federal para as taxas sejam menores e para que haja maior investimento da população na compra da casa própria, por exemplo. 

 

 

  • Lançamento das mudanças no Programa Minha Casa Minha Vida 

 

Para 2020, já havia o projeto de mudanças no Programa Minha Casa Minha Vida, porém com o Covid-19, o plano foi adiado. Portanto, essa é mais uma das perspectivas para construção civil após pandemia. A reformulação prevê o barateamento dos custos com as assinaturas de contratos, que serão feitos de forma eletrônica, como forma também de ajudar as famílias das faixas 1 e 1.5 do programa habitacional a realizar a compra de suas casas. 

Como você pode perceber, as perspectivas para a construção civil após pandemia são bem positivas. É importante ressaltar que isso é resultado das medidas de proteção que foram tomadas logo na volta dos trabalhos presenciais nos canteiros de obras, tanto para proteção dos colaboradores, como para o crescimento do setor nesse período difícil. 

 

E aí, gostou deste texto? Para conhecer todos os empreendimentos da ALZ Construtora e escolher o seu imóvel ideal, entre no nosso site e confira de perto a qualidade dos apartamentos ALZ. Há 13 anos ajudando a construir novas histórias.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL