Minha Casa Minha Vida: como fica o programa na pandemia?

 

Você também pode ouvir este post através do player acima!

 

Diante da pandemia do novo coronavírus, praticamente todos os setores, instituições e programas estão passando por algumas alterações na sua forma de atuar. Por isso, no texto de hoje vamos falar sobre o Minha Casa Minha Vida, abordar se há modificações no programa agora e como ele ficará no pós pandemia. Confira!

 

Para dar início a conversa, o que é o Programa Minha Casa Minha vida?

 

O Minha Casa Minha Vida (MCMV) foi lançado em 2009, pelo governo federal. Na época, estudos mostravam que o Brasil possuía um déficit habitacional de 7,9 milhões de moradias, sendo assim, era necessário um programa que pudesse resolver esse problema. 

 

O objetivo era e ainda é proporcionar aos cidadãos condições de acesso a moradia própria em áreas urbanas e rurais. A forma que o governo encontrou de solucionar o caso, foi fornecendo condições especiais de financiamento através de parcerias com estados,, municípios, empresas e entidades sem fins lucrativos. 

 

O Programa Minha casa Minha vida trabalha com condições diferentes, de acordo com a faixa de renda de cada família, mas em todas são concedidas taxas de juros abaixo do valor do mercado. Além desse benefício, alguns outros são disponibilizados para os participantes do MCMV, como a carência de 24 meses para iniciar o pagamento do financiamento – nos casos de imóveis na planta. 

 

Durante a pandemia, como está o programa? 

 

Empresas que trabalham com o Programa Minha casa Minha vida afirmam que diferente dos demais setores da economia, ele está sentindo um baixo impacto nas vendas, devido a pandemia do novo coronavírus. Isso, comparado a empreendimentos de médio e alto padrão, que as transações caíram em média 65%. 

 

A procura por financiamentos de imóveis do Projeto Minha Casa Minha Vida continua em alta, mesmo em época de pandemia, o que reforça a importância desse projeto. Mas por qual motivo a demanda do programa continua a mesma, quando as vendas dos demais tipos de imóveis está em queda?

 

Considerando que as pessoas estão passando mais tempo em suas casas, a importância de ter uma casa ou apartamento se fortaleceu. Além disso, no caso de moradores que pagam aluguel e que têm esse gasto fixo, muitos estão repensando que com o valor, podem estar adquirindo seu imóvel próprio

 

Sem contar que, com a baixa da taxa básica de juros (Selic), as propostas de financiamento de imóveis pelo Programa Minha Casa Minha Vida apresentam descontos e benefícios que tornam o negócio ainda mais lucrativo.

 

O programa está funcionando (durante a pandemia) da mesma forma desde o seu lançamento. A principal diferença é que os atendimentos estão sendo realizados, em grande parte, a distância, respeitando o isolamento social.

 

Reformulação no Minha Casa Minha Vida pós pandemia

 

O governo federal tinha planos de fazer uma reformulação no Programa Minha Casa Minha Vida ainda este ano, porém com os acontecimentos do Covid-19, a mudança foi adiada. De acordo com o governo, a nova reformulação do programa habitacional será anunciada somente pós-pandemia. 

 

Atualmente, o MCMV trabalha com as seguintes faixas de renda:

 

Faixa 1: Renda mensal de até R$1.800, a maior parte do imóvel é financiado pelo governo.

 

Faixa 1,5: Renda mensal de até R$2.600, o governo oferece um subsídio de até R$47,5 mil.

 

Faixa 2: Renda mensal acima de R$4.500, o governo oferece um subsídio de até R$29 mil, e as taxas de juros são praticamente iguais. Para aqueles que têm conta na Caixa, a linha conhecida como SBPE é mais barata. 

 

Faixa 3: Renda mensal de até R$9.000, o juro é igual a linha SBPE. 

 

A reformulação tem a intenção de voltar o foco para as famílias com faixa de renda 1 e 1,5, diferente do que é atualmente, em que atende principalmente as faixas 2 e 3. Umas das medidas será baratear o custo da assinatura dos contratos, fazendo com que sejam realizadas de forma eletrônica, diminuindo a burocracia e o custo do processo.

No momento pós-pandemia, acredita-se que serão anunciadas todas as medidas da reformulação do Programa Minha Casa Minha Vida, enquanto isso não acontece, quem tem a oportunidade de investir no seu imóvel próprio, agora é a hora! 

 

Acesse agora mesmo o site da ALZ Construtora e conheça todos os empreendimentos disponíveis. Um deles é feito para você! 

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL