Respondendo 10 dúvidas sobre o Minha Casa Minha Vida

O programa Minha Casa Minha Vida é uma ótima alternativa para quem quer realizar o seu sonho da casa própria. Aqui no blog da ALZ nós já te falamos um pouquinho sobre a opção, explicando como o MCMV funciona e mostrando que empreendimentos contemplados por ele também podem contar com elevadores.

Hoje, nós iremos responder algumas das dúvidas mais comuns a respeito do Minha Casa Minha Vida, as quais você mesmo pode ter tido em algum momento ou outro. Quer saber de tudo sobre o programa e estar pronto para participar e realizar o seu sonho? Então continue a leitura abaixo e confira!

 

10 dúvidas sobre o Minha Casa Minha Vida respondidas

 

1. Qualquer pessoa pode participar do Minha Casa Minha Vida?

Não. O programa beneficia somente uma faixa da população, a qual contempla famílias com renda de até R$ 7 mil. O Minha Casa Minha Vida é dividido em algumas faixas, sempre de acordo com a renda familiar bruta.

A primeira faixa, chamada de Faixa 1, é destinada a famílias com até R$ 1.800,00 de renda mensal. Nela, o financiamento é de até 120 meses, com prestações que vão de R$ 80,00 a R$270,00.

A segunda, Faixa 1,5, é para as famílias com renda de até R$ 2.600,00. Ela oferece taxa de juros de 5% ao ano, até 30 anos para pagar e subsídios de até R$ 47.500,00.

A Faixa 2, terceira categoria do Minha Casa Minha Vida, diz respeito às famílias com renda de até R$ 4.000,00 e permite subsídios de até R$ 29.000,00. Por fim, a Faixa 3 oferece taxa de juros diferenciada para famílias com renda de até R$ 7 mil.

Por fim, é importante citar que o candidato não pode ter um imóvel em seu nome e nem receber outros benefícios habitacionais para poder participar.

 

2. Como realizar o cadastro no programa?

Existem duas maneiras de se cadastrar. A primeira delas é para aqueles que estão incluídos na Faixa 1. Basta se inscrever na prefeitura da cidade e aguardar pelo processo de seleção.

No caso dos incluídos nas faixas restantes, a inscrição pode, segundo a própria Caixa, ser feita individualmente na agência mais próxima. Outra opção para as demais faixas é a de negociar diretamente com as construtoras, sem a necessidade de cadastramento prévio. Para isso, basta ter a documentação exigida em mãos.

 

3. Quais são os documentos necessários?

Os documentos que você deve ter em mãos para participar do programa são: RG, CPF, comprovante de estado civil e comprovante de renda.

 

4. É possível financiar um imóvel usado pelo programa?

Não. Para ser contemplado pelo Minha Casa Minha Vida, o imóvel precisa ser novo ou estar na planta.

 

5. Posso financiar qualquer imóvel pelo Minha Casa Minha Vida?

Não. Existem algumas regras, além de o imóvel precisar ser novo. O preço, por exemplo, precisa estar abaixo do limite do FGTS da cidade onde ele está localizado. Para o nosso caso aqui em Palhoça, Santa Catarina, o valor total máximo do imóvel é de R$ 190 mil. Para as regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro o valor sobe um pouco: R$ 225 mil.

No restante das áreas metropolitanas das regiões sul e sudeste, o valor é de R$ 200 mil. Cidades com menos de 20 mil habitantes possuem um limite de R$ 90 mil, e as cidades que não se encaixam em nenhum desses grupos contam com o limite de R$ 180 mil.

Para aqueles que desejam conferir com mais precisão, a própria Caixa Econômica Federal disponibiliza uma lista em seu site com todos os empreendimentos inscritos no programa.

 

6. O Minha Casa Minha Vida exige depósitos na inscrição?

Não! A Caixa Econômica Federal não exige nenhum tipo de depósito antecipado. Preste atenção a este ponto para não sofrer golpes.

 

7. É possível fazer mais de um financiamento pelo Minha Casa Minha Vida?

Não. Quem optar pelo programa, pode fazê-lo apenas uma vez. Já citamos anteriormente, mas vale reforçar: participantes de outros programas habitacionais também não podem ser incluídos no Minha Casa Minha Vida.

 

8. Posso participar mesmo com o nome sujo?

Somente se a faixa na qual você se enquadra é a primeira. Caso a sua renda familiar seja superior a R$ 1.800,00, não.

 

9. O programa permite que eu entre com um parente?

Sim. Basta verificar certos pontos contratuais para se assegurar de que tudo está sendo feito de acordo com as regras.

 

10. Posso financiar apartamentos de 3 quartos?

Sim, o financiamento de apartamentos de 3 quartos é uma possibilidade. A única restrição aqui é a do valor, o qual deve estar dentro do limite que citamos acima.

 

 

E aí, gostou do texto de hoje? Continua com alguma dúvida? A ALZ pode te ajudar! Entre em contato conosco e tenha conhecimento de todas as informações que você precisa agora mesmo!

RECEBA NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL